O que é o registro de marca holográfica e como ele funciona?

O registro de marca holográfica é um tema relativamente novo no Brasil, que retrata uma mudança na forma como as empresas vêm buscando se distinguir em seus ambientes competitivos.

A marca holográfica é uma representação em 3D dotada de movimento, que vem sendo adotada por grandes empresas em suas campanhas. A princípio, não é o propósito substituir os elementos de marca tradicionais, como nome e logotipo, mas buscar uma forma diferente de se comunicar com o público.

A guerra das marcas

Com o tempo, as marcas vêm agregando novos elementos. É comum nos dias atuais vermos importantes marcas se distinguirem por elementos como aromas e sons. Com relação aos sons, um bom exemplo é o famoso “plimplim” da Rede Globo.

Da mesma forma que o público, de um modo geral, associa o som à emissora, o consumidor da marca “Le Lis Blanc” será capaz de identificar a marca pela identidade olfativa criada pela empresa à base de alecrim. Nestes casos podemos imaginar estar presente o  legítimo atributo de marca, uma vez que tem a função distintiva reconhecido como tal pelo público.

 A verdade é que a Globo não conseguiu até hoje registrar o “plimplim” como propriedade de sua marca. Tentou fazê-lo no Brasil e na Europa, mas sem sucesso.  No Brasil, isso não acontece porque a Lei da Propriedade Industrial determina, em seu art. 122, que são suscetíveis de registro como marca os sinais distintivos visualmente perceptíveis, não compreendidos nas proibições legais.

Independente do registro, as grandes empresas buscam se apropriar de novos elementos, buscando alcançar todos os sentidos para ampliar no consumidor a percepção de suas marcas. É um processo decorrente de um ambiente de negócios altamente competitivo e focado no consumidor.

Não se trata apenas de competir pela atenção, mas de criar uma identificação profunda com as pessoas, que aumente o reconhecimento e gere uma condição propícia à fidelização. As empresas sabem que fidelizar significa reduzir custos de Marketing e aumentar lucratividade. As marcas holográficas surgem como reforço nessa luta por diferenciação.

Como fazer o registro de marca holográfica?

O registro de marca holográfica depende de adequação às formas previstas em lei, normalmente, se enquadrando entre as marcas mista e tridimensional, sendo certo ainda que, em alguns casos a proteção de direto autoral será a mais adequada.

O ideal é que você contrate um escritório especializado em marcas e patentes, pois a correção na apresentação do pedido de registro é essencial para que você obtenha sucesso no procedimento e alcance os resultados almejados.

Não é um processo simples e implica a necessidade de rigor técnico, inclusive para a escolha do procedimento mais adequado. Com serviço profissional você evita o prolongamento do processo e acelera a obtenção do direito, protegendo, dessa forma, sua criação intelectual de ações mal intencionadas de terceiros.

Esperamos que o conteúdo tenha sido útil e caso seja de seu interesse o registro de uma marca holográfica, consulte-nos!

Posted in:
About the Author

Rubens Cleison Baptista

Rubens Cleison Baptista é advogado formado na FMU – Faculdades Metropolitanas Unidas, Agente da Propriedade Industrial, Jornalista, atua como Sócio Diretor na São Paulo Marcas e Patentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *